Discografia

Escrito Nas Estrelas

Margareth Menezes Voz Talismã

Você pra mim foi o sol De uma noite sem fim Que despertou o que sou E renasceu tudo em mim Agora eu sei muito bem Que eu nasci só pra ser Sua parceira, seu bem E só morrer de prazer Caso do acaso bem marcado em cartas de tarô Meu amor, nosso amor De

Saiba mais

Cume Da Memória

Margareth Menezes Voz Talismã

Vem do meu querer A vontade de estar Junto a ti Vem do meu jeito tão sincero E calmo o amar Tão puro e sincero É o prazer de estar contigo Pois, a distancia não existe Te quero só pra amar demais Você pra mim É como a íris do céu Paulatinamente faz nascer a

Saiba mais

Vou Mandar

Margareth Menezes Voz Talismã

O jeito leve que eleve o ser O vento leste vai lhe avisar E nesse tom variar Frase e verso a valer Debilitante não há Deixa a forma fluir, pensar Já, já, já que vou mandar ver Já que vou mandar Já, já, já que vou mandar levar Já que vou mandar Puro idealismo, ideal

Saiba mais

Acará

Margareth Menezes Voz Talismã

Mãe negra trouxe acará lá da África Mãe negra baiana aprendeu a fazer Mãe negra aprendeu a comer Mãe negra aprendeu a fazer Mãe negra aprendeu a vender acará Feijão fradinho de molho pra soltar a casca Passar no moinho prepara a massa Feijão fradinho de molho pra soltar a casca Passar no moinho prepara

Saiba mais

Emboladas (Pout-Pourri)

Margareth Menezes Voz Talismã

Coco de embolada é diferente do coco de roda Coco de roda não é coco de embolada No coco de improviso canta quem sabe rimar Quem canta fica calado, quem não sabe quer cantar Galope à beira-mar é diferente de uma sextilha Uma sextilha não pode ser um mourão Preste bem atenção, é uma quadra,

Saiba mais

Marmelada

Margareth Menezes Voz Talismã

No começo,desilusão Mais tarde a dor no coração E depois vem a mesma certeza De passar a noite num alçapão Em vão,em vão Na segunda, mas que calor Na terça, corpos a sangrar Na quarta, vem a mesma certeza Que tenho e ouço hoje falar Falar demais Pá-puná, puná, negro Amarra-marra, negro! Que jaz Na

Saiba mais

Alegre Menina

Margareth Menezes Voz Talismã

O que fizeste sultão de minha alegre menina? Palácio real lhe dei, um trono de pedraria Sapato bordado a ouro, esmeraldas e rubis Ametista para os dedos, vestidos de diamantes Escravas para serví-la, um lugar no meu dossel E a chamei de rainha, e a chamei de rainha O que fizeste sultão de minha alegre

Saiba mais

Passe Em Casa

Margareth Menezes Voz Talismã

Passam pássaros e aviões E no chão os caminhões Passa o tempo, as estações, passam andorinhas e verões Passe em casa, tô te esperando, tô te esperando Estou esperando visita, tão impaciente e aflita Se você não passa no morro, eu quase morro, eu quase morro Estou implorando socorro, ou quase morro, ou quase morro

Saiba mais

Amor Ainda

Margareth Menezes Voz Talismã

Um dia lhe pedi a mão Você me deu o chão e me deixou sozinha Um dia igual a esse Igual a outros Logo você que jurou ter amor por mim E tatuou o seu nome no meu jardim E agora eu choro só Distante de você Sem ninguém pra me dizer O que foi

Saiba mais

Fé Cega, Faca Amolada

Margareth Menezes Voz Talismã

Agora não pergunto mais aonde vai a Estrada Agora não espero mais aquela madrugada Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser Faca amolada O brilho cego de paixão e fé Faca amolada Deixar a sua luz brilhar e ser Muito tranquilo Deixar o seu amor crescer e ser Muito tranquilo Brilhar, brilhar,

Saiba mais