Arquivos de Autor: Vanessa Oliveira

Noite dos Mascarados / Meu Bloco Na Rua

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

– Quem é você? – Adivinha, se gosta de mim! Hoje dois mascarados Procuram os seus namorados Perguntando assim – Quem é você, diga logo… – Que eu quero saber o seu jogo… – Que eu quero morrer no seu bloco… – Que eu quero me arder no seu fogo. – Eu sou seresteiro, Poeta

Ilha de Maré – Alcione

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Ah! Eu vim de Ilha de Maré Minha senhora Pra fazer samba Na lavagem do Bonfim Saltei na rampa do mercado e segui na direção Cortejo armado na Igreja da Conceição Aí de carroça andei cumade Aí de carroça andei cumpade Ah! Quando eu cheguei lá no Bonfim Minha senhora E da carroça enfeitada eu

A Loba – Alcione

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Sou doce, dengosa, polida Fiel como um cão Sou capaz de te dar minha vida Mas olha, não pise na bola Se pular a cerca eu detono Comigo não rola Sou de me entregar De corpo e alma na paixão Mas não tente nunca Enganar meu coração Amor pra mim Só vale assim Sem precisar

Preciso

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Preciso Dominar essa emoção O que é verdade ou não Pra se viver Preciso Quero mais me conhecer Desvendar segredos, eu e você Tantas respostas e eu não sei Nem mesmo o que perguntar Esperar acontecer A chegada do momento e um lugar Preciso Entender porque razão Pra conhecer meu coração Ter que chorar mais

Blowin’ In The Wind

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Quantos caminhos um homem deve andar Pra que seja aceito como homem Quantos mares uma gaivota irá cruzar Pra poder descansar na areia Quanto tempo as balas dos canhões explodirão Antes de serem proibidas The answer, my friend, is blowing in the wind The answer is blowingin the wind Quantas vezes deve um homem olhar

Passe Em Casa

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Passam pássaros e aviões E no chão os caminhões Passa o tempo, as estações, passam andorinhas e verões Passe em casa, tô te esperando, tô te esperando Estou esperando visita, tão impaciente e aflita Se você não passa no morro, eu quase morro, eu quase morro Estou implorando socorro, ou quase morro, ou quase morro

Do Mar, Do Céu, Do Campo

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

Fê pê lê pê ôpô rê pê A flor do mar, do céu Rose selavê Lê pê apá gapá Ôpô ôpô quê pê A gioconda da flor do campo A minha moça ride made Mapssando de virgem a noiva My non sense of humor Minha máquina de viver Ai, fonte, um nu descendo Mais um

Estrela Ardente e Poderosa / Toté De Maiangá / Cavaleiro De Aruanda

Margareth Menezes Festival de Verão de Salvador - Ao Vivo

São João me dá forças e coragem pra vencer Batalhão de ouro Vinha Passando Pela Mata Escura No Bate Folha Ouvi Uma Canção Que é Pro Santo Poder Sair Da Aldeia Para chamar O Orixá dessa Nação Com o Balanço Do mar Eu vim Com o Balanço do mar Eu vou E a Enquisse que